Begin Again!

Sabe aquela semana chata que você não vê a hora de acabar e poder finalmente descansar? Pior ainda, quando você quer fazer alguma coisa mas não consegue pensar em nada interessante? Foi assim que acabei achando Begin Again!

begin-again-poster-405x600

Sinopse: Gretta e Dave são namorados de longa data e parceiros na composição de músicas. Quando ele consegue um contrato com uma grande gravadora em Nova York acaba deixando tudo para trás, inclusive Greta. Mas a vida da jovem tem uma nova virada quando ela conhece Dan, um produtor musical falido que a vê cantando em um bar e se encanta com seu talento.

  •  Direção: John Carney
  • Gênero: Romance Musical/Drama
  • Ano: 2014
  • País: Alemanha
  • Protagonistas: Keira Knightley, Mark Ruffalo e Adam Levine

O filme conta a história de Gretta, uma inglesa que acabou de ser largada pelo namorado babaca em New York, e Dan, um caça talentos frustado e a beira da depressão. Os dois acabam se encontrando por acaso e depois de indas, vindas e alguns conflitos, chegam a um consenso: gravar um álbum totalmente independente onde, o estúdio, seria a própria cidade! Esse foi o ponto que mais me encantou no filme.

Além de ter uma bela história, o filme ainda tem uma das melhores soundtracks que já ouvi! As músicas são MUITOS boas, o que acabou me fazendo ser levada pelas letras e no final, eu já estava até cantando Lost Stars!

Confesso que, quando li a sinopse, achei que seria mais um filme água com açúcar, em que pessoas sem conexão se encontram e tem um final bonitinho(comecei a assistir pelo Mark, me julguem hahaha). Mas, não só me enganei como acho que foi um dos melhores filmes de 2014, entrando, com certeza, na minha lista de filmes favoritos!

Isso é tudo pessoal!

Cat (:

At the Movies – Olá Sr. Evans!

Olá pessoal, sentiram saudades? Quero pedir desculpas pelas faltas, o nome disso é semana de provas!

Mas agora que o blog está em novos moldes, tenho minha própria coluna, apresento a vocês… At The Movies! Vou falar sobre uma das coisas que mais amo fazer ultimamente… VER FILMES 😀

O filme dessa semana é de um dos outros gêneros que mais gosto, sim sou maluca por filmes de ação/ficção científica e o último que assisti foi Capitão América – O Primeiro Vingador

Imagem

Sinopse: 2ª Guerra Mundial. Steve Rogers (Chris Evans) é um jovem que aceitou ser voluntário em uma série de experiências que visam criar o supersoldado americano. Os militares conseguem transformá-lo em uma arma humana, mas logo percebem que o supersoldado é valioso demais para pôr em risco na luta contra os nazistas. Desta forma, Rogers é usado como uma celebridade do exército, marcando presença em paradas realizadas pela Europa no intuito de levantar a estima dos combatentes. Para tanto passa a usar uma vestimenta com as cores da bandeira dos Estados

Unidos, azul, branca e vermelha. Só que um plano nazista faz com que Rogers entre em ação e assuma a alcunha de Capitão América, usando seus dons para combatê-los em plenas trincheiras da guerra.

Direção: Joe Johnston

Gênero: Ação, Aventura, Ficção Científica

Ano: 2011

Protagonistas: Chris Evans e Hayley Atwell

 

Meus heróis favoritos sempre foram os da Marvel, via bastante os desenhos e li algumas das hq’s, então apareceu esse senhor e roubou meu coração!

A história é realmente muito legal, afinal ninguém dava nada pelo pequeno Steve, como o general Chester diria “ele é só um asmático de 40 kg”. Mas a verdadeira graça do filme, é que no meio de todos aqueles caras fortões do exército, foi Steve quem se destacou, não pelo seu físico, mas pela sua essência. Ele realmente queria se alistar para ajudar seu país e a população, prova disso é quando ele se joga em cima da falsa granada, enquanto todos os outros saem correndo.

Mas a melhor parte é quando ele é submetido a experiência, se torna um supersoldado e vai pela rua atrás do nazista.

Fora que a relação dele com Peggy é um amorzinho, quando o avião está caindo e eles falam sobre a dança que nunca vai acontecer… Se deixar vou ficar falando desse filme pro resto da vida hahahaha

Isso é tudo pessoal (:

Cat

Minha noiva de mentira?

Não sou fã de filmes românticos, cheios de mimimi, isso é fato. Mas não quer dizer que não seja romântica! Para mim, os filmes que falam de amor, tem também fazer o casal se meter nas piores enrascadas, brigar por coisas simples e no fim, terminarem lindos e juntos. Logo, tenho uma queda enorme por comédias românticas.
Umas das minha favoritas é Minha Noiva de Mentira.

Imagem

Sinopse: Jennifer acaba de perder todos os seus objetos pessoais quando conhece Vince. Apesar de uma certa antipatia inicial, ela faz uma proposta que pode resolver os problemas de ambos. Para ganhar dinheiro e presentes, eles começam os preparativos para um casamento falso. Com a farsa, eles esperam sair do aperto, mas os dois vão ganhar muito mais do que esperavam…

  • Direção: Gil Junger
  • Gênero: Comédia Romântica
  • Ano: 2009
  • País: Estados Unidos
  • Protagonistas: Melissa Joan Hart e Joseph Lawrence

P.S. Não achei o trailer legendado ):

Eles eram completamente descrentes sobre relacionamentos, mas viram no casamento um jeito de tirar vantagem e resolver seus problemas, só não contavam que a companhia um do outro, se tornaria tão importante! A histórias é simples, fofa e divertida. Isso que me encantou, que disse que pra ser história de amor, precisa ser melosa e cheia de drama?!

Pesquisando mais sobre o filme, descobri que ele derivou uma série no canal americano ABC Family, mesmo canal que produziu o filme. Mas a série deixemos para outros post!

Isso é tudo pessoal (:

Cat

Me abraça, Will

Olá 🙂 Assisti várias séries nas férias que gostaria de compartilhar, mas não poderia deixar de falar sobre essa história. Mais do que isso, hoje eu vim falar de amor. Na verdade, sobre um filme que é puro amor do começo ao fim, “Waiting For Forever”.

waiting-for-forever

Não sei se eu estava muito carente de filmes realmente bons e fofos, mas me apaixonei completamente por esse. Abaixo algumas informações, e logo após um pouco da minha visão sobre o filme (que vocês já perceberam que foi ótima).

Sinopse: Emma e Will são dois amigos de infância cujo destino os separou. Porém, quando o seu show de televisão é cancelado e as notícias da doença do seu pai chegam, Emma decide retornar à sua cidade natal, onde encontra um conjunto inesperado de desafios que a farão com redefinir o significado de família, amor e vida.

• Direção: James Keach
• Roteiro: Steve Adams
• Gênero: Drama/Romance
• Origem: Estados Unidos
• Duração: 95 minutos
• Tipo: Longa-metragem

Protagonistas: Rachel Bilson, como Emma Twist e  Tom Sturridge, como Will Donner.

Fonte: CinePlayers

Surpreendente. É assim que eu defino essa história. É com certeza um dos filmes que mais me envolvi. Não quero falar muito porque com certeza vou dar muitos spoilers, mas se você gosta de romances e está cansado dos clichês de sempre esse é um ótimo filme. Eu tenho tendência a não gostar dos mocinhos, mas é impossível não torcer pelo Will. É exatamente como  vocês viram no título desse post, a vontade é de abraça-lo. Sabe aquele filme que quando acaba você fica assistindo os créditos com um quentinho no coração? Hahaha.

waiting_for_forever03-e1292962455813

Truth is nothing. What you believe to be true is everything.

Obs.: Lembrando que esse é meu estilo de filme favorito, então relevem um pouco qualquer empolgação excessiva (Hahaha). Se você é como eu e ama romances e claro, um pouquinho de drama, esse é o filme perfeito. Espero que gostem e até a próxima.

Lari 🙂

O que a vida tem de bom pra te dar?

“A única forma de você conhecer a minha loucura foi ao fazer algo louco a si mesma.” – Pat

Estreando o meu primeiro post aqui no Estrelices com grande estardalhaço e salva de palmas, vamos assim de cara falar de um filme bem “estranho” que assisti ontem. Não estranhem o fato de eu dizer que o filme é estranho, não estou tentando dar um tom pejorativo a ele, me refiro somente aos personagens nada normais que compõem a história.

\o/

Sinopse: Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

Lançamento: 1 de fevereiro de 2013 (2h2min)

Dirigido por: David O.Russel

Atores principais: Bradley Cooper e Jennifer Lawrence

Gênero: Comédia Dramática

Nacionalidade: Eua

Informações tiradas de: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-145397/

\o/

Você já respondeu a pergunta-título desse post? Acho que raramente a gente para e pensa nas coisas boas que a vida tem para nos dar. O nosso posto de humanidade, e toda aquela história de animais racionais que todos estamos cansados de saber, e que me cansa para falar a verdade ( mas vamos deixar meus questionamentos existenciais para um post futuro), só faz a gente constantemente correr atrás daquilo que nos dá sustentação, firmação e faça com que a gente conquiste um postinho só nosso nesse mundo tão super lotado. Esse nosso esforço diário, acaba aumentando a nossa lista de desejos, de sonhos e de vontades, e poucas vezes a gente para e pensa nas coisas boas que estão sendo oferecidas aqui e agora no presente.

O Pat é um cara ferrado, que acabou de sair do sanatório depois que surtou e terminou com a mulher, e o que ele mais quer é ser o que a mulher dele sempre quis que ele fosse e por algum motivo ele não estava disponível a ser. Ele pensa que sendo o que ela quer agora, ele possa reconquistá-la. Nesse meio tempo ele conhece a Tiffany, uma outra ferrada que tenta superar a solidão deitando-se com vários caras. Os dois são pessoas que não souberam aproveitar o que a vida tinha para oferecer no tempo certo e acabaram perdendo a vaga reservada nos bondinhos desse mundo.

O mais legal porém, é que a vida sempre tem o seu lado bom, e Pat e Tiffany puderam confortar suas frustrações tentando encontrar juntos o lado bom de suas vidas ferradas e quem sabe, descobrir que estar “ferrado” na verdade é só um ângulo da paisagem.

Apesar de não achar o filme tudo isso que dizem por aí, e não ter lido o livro, posso dizer que muitas reflexões podem ser feitas e risos podem ser dados. Simplesmente gostei. Espero que assistam.

Muito prazer,

Nanda =*