A Saga do Tigre

“(…) O quê? O que foi que você disse?
Ele chegou mais perto, pôs a mão no peito musculoso e falou devagar.
– Kelsey, não corra, eu sou Ren, o tigre” – A maldição do tigre, pág. 83.

Ai, falar sobre esse livro é tão bom que chega a me dar vontade de chorar de saudade. Eu comecei a ler a saga por indicação de uma amiga, e como os livros e a autora ainda não eram muito conhecidos, não levei muita fé de que gostaria. Esse foi o pior dos meus enganos, porque com certeza A Saga do Tigre é a minha série favorita até hoje.

-*-

Submarino

Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.

“Um romance delicado e uma aventura capaz de deixar o coração a mil por hora. Eu vibrei e roí as unhas. A maldição do tigre é mágico!” (Becca Fitzpatrick, autora da série Sussurro)

-*-

Quando eu comecei a ler o primeiro livro ( a saga possui quatro), havia acabado de assistir As Aventuras de PI – filme que eu adoro – e ainda estava muito marcada pelas religiões que vi no filme, pelo clima indiano e pelo tigre.   Foi incrível ler um livro que me colocava nesse clima que eu havia adorado tanto novamente. Sabe aqueles livros que fazem com que você se apaixone por cada detalhe? Aqueles livros que você quer compartilhar com todo mundo ao mesmo tempo em que quer escondê-lo para que só você sinta o que sente? Eu amei muito o mundo que a Colleen criou, aprendi muito sobre a Índia enquanto lia o livro, e me encantei por cada local, personagem e principalmente criei um amor eterno pelos tigres. É um livro muito gostoso de ler, com gostinho de férias frias, que a gente se enrola no cobertor, faz pipoca e assiste a um filme que nos faça sonhar.

O livro encantou tanta gente ao redor do mundo que teve seus direitos cinematográficos adquiridos pela Paramount Pictures e vai estrear nas telas de cinema por volta de 2015. Tenho que confessar que isso me entristece um pouco, porque eu não sei como toda a magia de um livro incrível possa ser reproduzida da mesma maneira no cinema. Frustra-me também a ideia de uma atriz qualquer interpretar a Kelsey, porque eu sou a Kelsey ( haha). Agora frustração mesmo vai ser se eu não aprovar os atores que vão interpretar meus tigres.

Segundo o que a Colleen disse aos seus leitores em seu Facebook, ela está trabalhando em um quinto livro para saga, que não tem data de lançamento e que pelo seus cálculos ainda vai demorar.

Até mais, Nanda (:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s